1   Uma variante do CONDITIONAL TYPE 2 - aqui designada por TYPE 2c - é empregue para exprimir uma condição pouco provável no futuro e reforçar a ideia de dúvida.
 
 
 
  2   Esta variante tem a forma de:
 
IF  +  PAST 'BE TO'  +  MODAL
 
isto é,
 
IF + (WAS TO)
WERE TO
+  Base do Verbo + SHOULD
WOULD
COULD
MIGHT
+  Base do Verbo
 
 
WERE TO é a forma mais utilizada em todas as pessoas do singular e do plural. É também empregue em todas as situações formais.
 
WAS TO é empregue em linguagem informal, e é somente utilizado com IHESHEIT.
 
 
Exemplos:
 
• If I were to lend you my car, would you promise to be careful with
  it?
• Se eu lhe emprestasse o meu carro, prometeria ser cuidadoso
  com ele?
 
• If you were to ask her to marry you, she might say yes.
• Se o senhor a pedisse em casamento, ela poderia dizer que sim.
 
• If we were to save £1000, we would have enough to buy a new
  car next year.
• Se poupássemos £1000, teríamos o suficiente para comprar um
  carro novo no próximo ano.
 
 
 
  3   Da mesma variante, existe uma outra forma ainda mais formal:
 
PAST 'BE TO'  +  MODAL
 
isto é,
 
WERE +  Sujeito +  TO  + Base
do
Verbo
+ SHOULD
WOULD
COULD
MIGHT
+  Base do Verbo
 
isto é, na oração condicional IF-CLAUSE:
 
(a) o IF é suprimido
(b) o WERE e o sujeito são invertidos.
 
NOTA:  Não se emprega WAS TO nesta variante mais formal.
 
 
Exemplos:
 
• Were I to lend you my car, would you promise to be careful with
  it?
• Se eu lhe emprestasse o meu carro, prometeria ser cuidadoso
  com ele?
 
• Were you to ask her to marry you, she might say yes.
• Se o senhor a pedisse em casamento, ela poderia dizer que sim.
 
• Were you to save £1000, we would have enough to buy a new
  car next year.
• Se poupássemos £1000, teríamos o suficiente para comprar um
  carro novo no próximo ano.